A qualidade do sono é importantíssima para o cotidiano de todas as pessoas. Se você dorme mal, provavelmente sua produtividade e energia para enfrentar o dia seguinte serão prejudicadas. Os principais efeitos de uma noite mal dormida são a dificuldade de concentração, a irritabilidade e, por vezes, as dores de cabeça.

Além de fatores como alimentação e rotina, existem diversos motivos que podem impedir que você tenha uma noite de sono revigorante e satisfatória. A principal delas, com certeza, é a respiração, e ela pode ser crucial para que você consiga descansar e recarregar suas energias durante o sono.

A principal vilã da qualidade da respiração durante o sono é a apnéia. O problema pode ser ocasionado por vários motivos, como o excesso de peso, o consumo de tabaco e bebidas alcoólicas e até mesmo o formato do seu pescoço, língua, fossas nasais e vias respiratórias.

A apnéia, além de ser um problema social por incomodar outras pessoas, apresenta uma série de consequências incluindo a síndrome metabólica, com piora e desencadeamento de diabetes, colesterol, hipertensão, arritmias e o próprio excesso de peso. Por isso, elaboramos uma série de dicas para que você consiga melhorar a qualidade da sua respiração durante o sono.

Cinco dicas para melhorar sua respiração durante o sono

1. Faça atividades físicas regularmente:

A prática de atividades físicas, além de ser um hábito saudável, também contribui para manter sua saúde em dia. Quanto o assunto é respiração durante o sono, então, nem se fala. As atividades físicas te ajudam a estimular o fôlego e, quando praticadas com orientação de um profissional especializado, podem trazer diversas melhorias para o seu preparo físico e, consequentemente, para a sua respiração durante o sono.

2. Estabeleça uma rotina para dormir e acordar:

O corpo humano é como uma máquina, e, no caso de problemas no sono, nada melhor do que estabelecer uma rotina para dormir e acordar, procurando respeitá-la o máximo possível. A criação de uma rotina fará com que seu corpo se acostume ao horário de dormir e, consequentemente, ocasione a melhoria na sua respiração durante o sono.

3. Perca o excesso de peso:

O excesso de peso é um dos causadores da apnéia do sono, pois a concentração de gordura em torno das vias respiratórias dificulta a passagem de “oxigênio”. Pessoas magras também podem desenvolver a apnéia do sono, mas se você estiver acima do peso e com alguma dificuldade para respirar durante o sono, fique ligado.

4. Evite o tabagismo:

Não é preciso dizer que o sistema mais afetado pelo hábito de fumar é o respiratório, certo? Sabendo disso, é compreensível que o sono também seja afetado pelo tabagismo, prejudicando a qualidade da sua respiração durante o sono. Nesse caso, nossa dica é evitar o tabagismo não somente para reduzir os efeitos da apnéia, mas sim para melhorar a sua qualidade de vida como um todo. Pense no assunto! 😀

5. Investigue alterações na sua respiração:

Caso você esteja notando alguma alteração ou dificuldade na respiração durante o sono, não deixe o problema persistir. Existem diversos tratamentos e procedimentos que podem melhorar a qualidade do seu sono. Procure um otorrinolaringologista e investigue as causas do problema. Com certeza, você notará grandes melhorias e voltará a respirar aliviado enquanto recarrega as suas energias!

Ficou com alguma dúvida? Ligue para Clínica Sandin através do telefone (48) 3247-5158 ou entre em contato através do site, clicando aqui.

Para mais dicas, curta nossa fan page, siga-nos no Instagram e acompanhe nossas atualizações!