A mamoplastia de aumento,  é a cirurgia de aumento de mama que utiliza implantes para dar volume aos seios ou restaurar o volume mamário perdido após perda de peso ou gravidez. Atualmente é uma das cirurgias mais buscadas pelas mulheres, porém ainda assim é frequente encontrar mulheres que se sentem inseguras e têm muitas dúvidas sobre o procedimento.

Confira as dúvidas mais frequentes:

1. Prótese de silicone pode provocar câncer?

Essa é uma das dúvidas mais comuns e que mais preocupam as pacientes. Porém isso é um mito. Há diversas pesquisas que comprovaram que não existem riscos da prótese de mama provocar câncer. A prótese de silicone é fabricada com gel coesivo, que é totalmente diferente do silicone industrial.

2. Há perda ou diminuição de sensibilidade?

Dependendo da via de acesso escolhida para introdução da prótese, porém quando há diminuição, geralmente ela é transitória, melhorando após alguns meses.

3. Não é possível realizar a mamografia com a prótese de silicone?

A prótese de silicone NÃO impede a realização da mamografia. O exame será realizado sem provocar qualquer tipo de prejuízo ao implante, e a visualização do exame será igual ao que ocorre em uma paciente sem a prótese.

4. A prótese de silicone pode ser romper?

Qualquer prótese pode se romper se a paciente sofrer algum trauma, queda ou batida na região dos seios. Porém, as próteses indicadas para a cirurgia são produzidas com gel coesivo, então se por algum motivo elas se romperem o conteúdo presente dentro da prótese não irá se espalhar.

5.Preciso realizar a troca da prótese?

Não existe um prazo determinado para a troca da prótese de silicone, pois as próteses atuais (após os anos 90) são muito mais resistentes, e na maioria dos casos a troca costuma ocorrer se houver algum problema ou a paciente desejar alterar o tamanho atual. No entanto é importante que a paciente monitore anualmente a prótese, através de exames como ultrassom.