Profilaxia popularmente conhecida como “limpeza dos dentes” é um procedimento realizado pelos cirurgiões dentistas a fim de remover agentes patológicos, tais como a placa bacteriana e o tártaro que podem causar gengivite, cáries, mau hálito e outros problemas, que não são removidos pela escovação.

Os procedimentos realizados durante a profilaxia são:

  • Remoção de tártaro, com auxílio de ultrassom;
  • Jato de bicarbonato;
  • Polimento dental;
  • Aplicação de flúor.

BENEFÍCIOS QUE A PROFILAXIA REGULAR PODE TRAZER

É recomendado fazer no mínimo uma profilaxia a cada seis meses a fim de remover agentes patológicos e proporcionar uma melhora na higiene e saúde bucal do paciente. A supervisão periódica do cirurgião dentista é uma forma eficaz de minimizar problemas bucais tais como cáries, periodontites, gengivites entre outros. Tais problemas quando detectados em fase inicial são mais fáceis de serem tratados, causam menores danos ao paciente e tem seus custos de tratamento reduzidos.

FATOS INTERESSANTES

Pacientes grávidas que apresentavam doenças gengivais em grau avançado podem apresentar partos prematuros e nascimento de bebês com baixo peso. Pacientes diabéticos com inflamações gengivais podem apresentar maior dificuldade em controlar seus níveis de açúcar no sangue, e por outro lado, pacientes diabéticos com baixo controle do açúcar no sangue apresentam maior chance em desenvolver doença periodontal.

Pacientes com doenças cardíacas podem ter este problema agravado (como inflamação do músculo cardíaco) devido à presença de inflamações e infecções bucais. Sua língua pode revelar desequilíbrios na sua saúde, tal como desidratação, gastrite, anemia, doenças pulmonares, falta de vitaminas e até câncer.