O excesso de oleosidade da pele está entre as principais queixas de beleza de mulheres e homens em todo mundo. No Brasil, por conta da combinação clima tropical e a pele tipicamente oleosa/mista das brasileiras, a reclamação torna-se ainda mais frequente. Além disso a oleosidade da pele está ligada a fatores genéticos, alterações hormonais, excesso de sol, variações climáticas, estresse e alimentação inadequada, que influenciam no aumento da atividade das glândulas sebáceas, as responsáveis pela fabricação de sebo na pele.

Quem tem pele oleosa geralmente tem muitas dúvidas, principalmente em relação a hidratação do rosto. Apesar da face oleosa possuir um brilho natural, o cuidado de hidratar a pele não deve ser dispensado no dia a dia. É justamente a falta de hidratação da pele que faz com que haja um aumento na produção da secreção natural – aumentando a oleosidade da pele.

Para manter a pele oleosa hidratada, é necessário escolher o hidratante correto: deve ser próprio para este tipo de pele, de textura leve, e sem óleos em sua composição (oil-free). Hidratantes próprios para pele oleosa geralmente possuem substâncias que auxiliam na recuperação da barreira cutânea e no controle da oleosidade da pele.

Se você sofre com a oleosidade da pele, procure um médico dermatologista!

Juliana Sandin – Dermatologista CRM/SC 13904 | RQE 10078


Ficou com alguma dúvida? Ligue para Clínica Sandin através do telefone (48) 3247-5158 ou entre em contato através do site, clicando aqui.

Para mais dicas, curta nossa fan page e acompanhe nossas atualizações!