O ronco é um problema social sério, atingindo cerca de 30% das pessoas e alterando a convivência com o cônjuge ou com os amigos. É causado pela vibração dos tecidos da garganta, sendo agravado pela obesidade, uso de cigarro e álcool.

A síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS), é uma patologia caracterizada por parada respiratória com duração de pelo menos dez segundos nos adultos, e dois ou três segundos nas crianças, e tem como principal sinal o ronco.

Sendo assim, o ronco é um sinal de alerta para o paciente, pois pode indicar a presença de uma doença com graves consequências para o organismo.

Confira abaixo alguns problemas ocasionados ou agravados pela SAOS:

• Arritmia;

• Infarto do miocárdio;

• AVC (derrame);

• Hipertensão;

• Dor de cabeça;

• Dificuldade de concentração;

• Sonolência diurna;

Aparelhos orais para tratar ronco e apneia

Aparelhos orais tem um excelente resultado no tratamento de ronco e apneias leves e moderadas. Têm custo relativamente baixo e alta aceitação de uso pelos pacientes.

A indicação do uso de aparelhos orais é multidisciplinar, necessitando da avaliação do dentista e do médico especialista em sono e de exames próprios para determinar a gravidade da apneia (polissonografia).

Segundo o Dr. Rodrigo Sandin, são poucos os pacientes que tem conhecimento de que o dentista pode tratar do ronco e apneia. Ele ressalta a importância de um diagnóstico correto por parte do dentista e do exame de polissonografia, pois há casos em que o aparelho oral pode tratar do ronco mas não da apneia, dando uma falsa ilusão de que a doença foi tratada.

Por isso, sempre procure profissionais capacitados para realizar tal tratamento e que tenham como conduta um acompanhamento periódico.

Ficou com alguma dúvida? Ligue para Clínica Sandin através do telefone (48) 3247-5158 ou entre em contato através do site, clicando aqui.

Para mais dicas, curta nossa fan page, siga-nos no Instagram e acompanhe nossas atualizações!