A sinusite aguda é uma inflamação da mucosa que reveste os seios da face. As causas mais comuns para o desencadeamento do problema estão relacionadas a fatores alérgicos e infecciosos, assim como a exposição a poeira, choque térmico e alguns agentes químicos.

Sinusite aguda: cinco dicas que vão ajudar você a evitá-la!

A doença é muitas vezes confundida com um resfriado comum, e na maioria das vezes é desencadeada pelo mesmo. Seus sintomas geralmente consistem em fortes dores no rosto, diminuição do olfato, secreção nasal ou posterior amarelada ou esverdeada, sensação de odor fétido nasal e obstrução nasal. No entanto, tosse que piora quando deitado ou ao se levantar, dor de ouvido, garganta inflamada, rouquidão, dores na arcada dentária superior e mau hálito, também podem estar relacionadas com a sinusite aguda.

Um quadro de gripe ou resfriado que esteja piorando após o terceiro ou quarto dia, ou que não melhore após o décimo dia do início pode ser uma sinusite e recomendamos que você procure um otorrinolaringologista, médico especialista em tratar as doenças relacionadas ao ouvido, nariz e garganta.

De acordo com especialistas, cerca de 20% da população mundial sofre com o problema. Por isso, hoje vamos dar algumas dicas para evitar a sinusite.

5 dicas para evitar a sinusite aguda:

1. Fique longe do cigarro

Fumar, além de todos os malefícios já conhecidos, também torna o processo de limpeza do nariz mais difícil, favorecendo a concentração de secreções que podem levar à sinusite. Para crianças, a exposição a fumaça é ainda mais prejudicial, já que as cavidades nasais delas são menores e podem ficar congestionadas facilmente.

2. Beba água

Beber bastante água é importantíssimo para combater a sinusite, já que ela fluidifica as secreções do corpo. Como a sinusite aguda também pode causar febre, a ingestão de líquido também é importante para repor a quantia perdida através do suor e garantir um bom funcionamento do nosso corpo.

3. Proteja-se do frio

Quando está frio, pode ser um pouco mais difícil de respirar. Como o nariz é responsável pela filtragem e aquecimento do ar antes de chegar aos pulmões, em temperaturas mais baixas é necessário retê-lo por mais tempo na cavidade nasal. Quando saímos de um ambiente quente para um frio, os cílios que transportam as secreções do nariz se paralisam por alguns momentos.

Com isso, o acúmulo de secreções pode aumentar e, então, causar a sinusite. Assim, o ar condicionado é um dos maiores vilões para quem sofre com sinusite. Além de retirar a umidade do ar e deixar o ambiente frio, ele ainda facilita o acúmulo de poluentes se o equipamento não for submetido à limpeza regularmente. Dessa forma, melhor esconder o controle do ar e pedir a compreensão dos colegas de trabalho! 😀

4. Proteja-se de gripes e resfriados:

Como já falamos a sinusite aguda na maioira das vezes é desencadeada por um quadro de gripe ou resfriado, assim proteja-se da mesma, higienize mãos com água e sabão, evite lugares aglomerados e fechados e tome a vacina da gripe!

5. Elimine alérgenos do ambiente

Lembra quando falamos que a sinusite pode ser causada por fatores alérgicos? Isso acontece porque o contato com a poeira ou com os pelos de um gato, por exemplo, faz as estruturas nasais incharem – além de causar espirros e coceira nos olhos. Esse inchaço bloqueia o nariz e causa um acúmulo de secreções que podem favorecer a sinusite! Assim é importante manter o ambiente livre de poeira, fungos e outros alérgenos e ter o hábito de higienizar sempre o nariz com soro fisiológico.

Esperamos que as nossas dicas para evitar a sinusite aguda tenham sido úteis, mas lembre-se: se os sintomas persistirem ou não aliviarem, marque uma consulta com um otorrinolaringologista.

Ficou com alguma dúvida? Ligue para Clínica Sandin através do telefone (48) 3247-5158 ou entre em contato através do site, clicando aqui.

Para mais dicas, curta nossa fan page e acompanhe nossas atualizações!